Ar de Esperança na Argentina

Esta publicação também está disponível em: Inglês

Este artigo relata a experiência de Irmã Sonia na Argentina. Sabemos que nem todos os membros inativos desejam retornar à Igreja e que alguns têm sentimentos muito fortes contra a idéia de ser ativos novamente, então queremos esclarecer que ninguém está sendo encorajado a seguir o exemplo de Irmã Sonia , ela foi inspirada pelo Espírito Santo para seguir esse caminho. É por isso que deixamos cada um dos membros da Afirmação decidir estas coisas de acordo com a própria consciência e no espírito de amor de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Por Roxana López

Nós vemos uma necessidade de publicar este artigo, uma noticia que foi muito bem recebida e está transcendendo dentro da comunidade LGBT e mórmon nacional e internacional acaba por ser um momento de calma e paz. Há alguns meses, agora na Afirmação LGBT Mórmons, Famílias e Amigos da Argentina têm trabalhado e conduzindo diálogos de confiança com as autoridades da Igreja Mórmon. O propósito dessas entrevistas foi resgatar a possibilidade de inclusão de pessoas LGBT dentro da religião, contemplando a proteção dos princípios e doutrinas. Na entrevista com o bispo, propusemos assistir apenas a reunião sacramental e respeitar a associação, sempre pedindo permissão para fazer isso. Declaramos que não é nossa intenção ofender ninguém ou promover qualquer coisa fora do evangelho ou contra o evangelho. Foi uma surpresa incrível vir no domingo seguinte e ver que as pessoas ali presentes eram muito amorosas e compreensivas, encorajamento e solidariedade foram nossas boas-vindas, uma intensa emoção de sentimento por Sonia Conegliano, mulher transexual, que durante anos permaneceu inativa por razões óbvias de sua transição, foi uma grande alegria se encontrar novamente com amigos e pessoas que eu já conhecia antes e para vê-las novamente. Neste processo temos sido mediadores em diferentes entrevistas e aprender juntos que o evangelho de Jesus Cristo é uma necessidade dada em nossa comunidade, bem como, e que há casos em que você pode ver que não há nenhuma razão para não comparecer e pode voltar a Ganhar direitos de membros ativos.

No domingo, 5 de novembro deste ano pela primeira vez em nossa história na América Latina, província da Argentina Tucumán, a irmã Sonia juntou-se a classes da Sociedade de Socorro, autorizadas por líderes e começando uma nova fase em sua vida. Oferecemos-lhe o nosso carinho fraterno e apoio.

De nossa organização, convidamos pais, filhos, parentes, amigos, líderes e todas as pessoas que desejam consultar ou propor projetos ou programas de ajuda podem fazê-lo. Nós, LGBT, também somos filhos de um Pai Celestial que nos ama. As diferentes situações que surgem em nossa organização merecem uma solução sincera que gera um progresso pessoal capaz de proporcionar solidariedade para proteger a integridade física e mental. Exprimimos que, dentro da nossa comunidade, também temos pessoas que não querem mais voltar para a Igreja. mas eles merecem toda a ajuda necessária. Somos uma ótima família de amigos que voluntariamente trabalham em conjunto encorajando e acompanhando, estimulando dignos e corajosos para sobreviver nossas vidas e outros com dificuldades de solidão, abandono, depressão, tentativas de suicídio, abuso, abuso, discriminação ou violência

Eu sou irmã Roxana López, Presidente da  Afirmação LGBT  Mórmons, Famílias e Amigos da Argentina e, juntamente com toda a minha equipe de trabalho e o conselho de administração, agradecemos a vontade das Autoridades da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias de abrir as portas e não nos abandonar. Obrigado por observar o que fazemos e avaliar o nosso esforço. Precisamos de toda a ajuda possível e criamos diálogos que nos aproximam e que não nos distanciam.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*