A proposta de Alma

Esta publicação também está disponível em: Inglês Espanhol

growth_750

Quanto mais você tenta, mais cresce. Boas sementes crescem, boas sementes trazem bons frutos.
Peter van der Walt

Não te conheço.

Peter van der Walt

Peter van der Walt

Não conheço sua história, de onde você veio ou quais foram suas experiências. Não quero dizer que você deve ver as coisas como eu, pensar como eu, ou acreditar como eu. Eu ainda não encontrei a verdade – eu sou apenas outro ser humano procurando por isso, constantemente. Talvez você queira saber como crescer sua fé em Deus. Algo que funciona para você – não para mim, nem para um dos milhares de especialistas autoproclamados que existem em todo o mundo.

Talvez você já acredite em Deus, mas se sente distante dele, talvez não se sinta digno. Talvez alguém lhe tenha dito que você não era digno. Talvez você não tenha orado há anos. Talvez você não tenha certeza se Deus existe ou não. Talvez alguém te tenha ensinado a odiar a Deus. Talvez você não acredite em nada, nunca acreditou ou parou de acreditar, mas algo em você quer acreditar.

A coisa boa é esta: não é sobre o que os outros dizem, o que os outros fazem, como milhões ou bilhões de seguidores ou seguidores ou irmãos vivem e realizam suas palavras, ações e pensamentos.

A definição tradicional de um relacionamento com Deus é uma (1) pessoa e (1) Deus. Redefinir esta relação é idolatria.

Não é sobre os pecados cometidos pelos religiosos, as escrituras e os códigos do legalismo religioso, ou a tendência dos religiosos de se envolverem na política secular. Não é nem mesmo sobre o julgamento, abuso, discriminação, falso ensino ou mesmo violência infligida a você por seus próprios membros ou outra fé.

Isso é sobre você e Deus.

É separado e distinto de qualquer fundo religioso particular. É um relacionamento que existe ou poderia existir entre você e um Pai Celestial que é gentil, justo, decente e santo. Ele é um cara bom, não é um cara mau, como muitos de seus embaixadores vão fingir.

Você pode encontrar força nesse relacionamento. Pode nutrir e sustentar você, dar-lhe força para lidar com religiosos e não religiosos. Você pode sentir a presença de Deus em sua vida.

Por muito tempo, não acreditei em nada. Então, um dia, li o que me pareceu uma proposta razoavelmente racional e infinita.

Como você cultiva a fé se não sabe como? Considerando o quão negativa a maioria das contribuições religiosas pode estar em sua vida, ou como um conceito irracional parece ser.

Em Alma 32, li como um grupo de pessoas “desprezado, rejeitado, rejeitado, afligido, inaceitável, não suficientemente bom” foi ouvir a pregação de Alma. Alma pregou sobre a fé e disse-lhes que são os que dizem: “Se você nos mostrar um sinal do céu, certamente saberemos; e depois acreditaremos »(versículo 17).

A resposta de Alma a esse desafio extremo na fé é quase esmagadora; Começando no versículo 27, peça-lhes para AVIVAR SUAS FACULDADES (não negligencie, não simplifique demais, não diga simplesmente porque eu digo isso). Ele diz a eles nessa declaração que eles começam a pensar, começam a observar, estão dispostos a “experimentar com suas palavras”.

Comece com um pouco de confiança, o que quer que você possa reunir, e tente. Veja o que acontece. Se isso não funcionar, bem, você perde muito pouco. Se funcionar, tente um pouco mais.

Quanto mais você tenta, mais cresce. Boas sementes crescem, boas sementes trazem bons frutos.

“Mas eis que, como a semente incha e brota e começa a crescer, então você não pode deixar de dizer que a semente é boa; pois eis que incha e brota e começa a crescer. E eis que isso não fortalecerá sua fé? Sim, fortalecerá sua fé, porque você dirá: Eu sei que isso é uma boa semente; porque eis que brota e começa a crescer ». (verso 30)

É um Karma simples, na verdade. Você ganha mais onde trabalha.

Se tudo o que você sabe é condenação, então fé é igual a condenação. Não deixe que roube você; fortalecer-se. Não precisa ser uma escolha entre intolerância e descrença, razão e fé, amor e justiça.

Um bilhão de pessoas contorna esse problema de um bilhão de maneiras diferentes. Você pode gostar de ler seus escritos. Ou cantando hinos. Ou meditando ou orando. Ou jejuando. Ou servindo. Trabalhe com seus pontos fortes, faça o que funciona para você.

Em seus escritos pessoais, Joseph Smith escreveu: “Nosso Pai celestial é mais liberal em seus pontos de vista e ilimitado em suas misericórdias e bênçãos do que estamos dispostos a acreditar ou receber; e ao mesmo tempo mais terrível para os trabalhadores da iniquidade, mais horrível na execução de suas punições, e mais pronto para detectar em toda forma falsa, do que estamos preparados para supor que é.

Hugh B. Brown, membro do Quórum dos Doze e da Primeira Presidência, acrescentou: “Um senso de relacionamento e co-participação com Deus implica o conceito de fraternidade universal e isso ajudará a desenvolver uma tolerância inteligente, uma mente aberta e um otimismo afável. A vida é realmente uma batalha entre o medo e a fé, o pessimismo e o otimismo. O medo e o pessimismo paralisam os homens com ceticismo e futilidade “.

Outra das minhas frases favoritas de Hugh B. Brown é: “Agora eu mencionei a liberdade de expressar seus pensamentos, mas avisei que seus pensamentos e expressões devem enfrentar a concorrência no mercado de pensamento, e nessa competição a verdade sairá triunfante. Apenas o erro deve ter medo da liberdade de expressão. Busque a verdade em todos os campos e, nessa busca, você precisará de pelo menos três virtudes; coragem, entusiasmo e modéstia. Os antigos colocaram esse pensamento na forma de uma oração. Eles disseram: ‘Da covardia que é contraída da nova verdade, da preguiça contida com a meia verdade, da arrogância que pensa que tem toda a verdade, oh Deus da verdade, livrai-nos’ “.

Portanto, não tenha medo e não seja intimidado. Desenvolva seu relacionamento com Deus, para que você mantenha uma posição de força. Vá em frente Agite as coisas Tente um pouco e veja o que você recebe.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*